Em todo o Brasil, aviso é dado: Vai ter Luta! Lula é nosso candidato!

Desde a madrugada, trabalhadores e trabalhadoras foram às ruas em todo o País para reafirmar que querem a democracia de volta e que Lula tem o direito de ser candidato

fonte: CUT

 

lula_candidato

Trabalhadores e trabalhadoras de todo o País mandaram um recado, nesta quarta-feira (24), para a elite golpista e seus lacaios no Judiciário: “Quem não pode com formiga não assanha o formigueiro”. E, mesmo com a decisão dos desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que confirmaram a sentença do juiz Sérgio Moro, apesar de não ter uma prova sequer de ilícito, avisaram também: “Vai ter Lula! Vai ter luta!”.

Desde a madrugada, em todas as regiões e em cidades de todos os portes, homens, mulheres, jovens e crianças tomaram as ruas e praças públicas para expressar a sua solidariedade ao ex-presidente Lula e mostrar que não vão dar trégua aos golpistas, que querem a democracia de volta e querem ter o direito de escolher nas urnas o novo presidente do Brasil.

Brasileiros residentes no Exterior também realizaram manifestações nesta quarta em apoio a Lula, como em Coimbra (Portugal), Nova Iorque (EUA), Berlim e Frankfurt (Alemanha) e Paris (França).

As mobilizações foram organizadas pela CUT, as principais centrais sindicais e os movimentos sociais que integram as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. Mas também nas redes sociais, cidadãos mostraram sua indignação com a farsa do julgamento, questionando a descarada parcialidade do Judiciário. “Cadê a prova?”, perguntaram.
Confira a seguir as informações enviadas ao Portal da CUT sobre as manifestações em todas as regiões:

– Região Sul
Em Porto Alegre, a cidade que foi o palco para o Judiciário rasgar de vez a Constituição e todos os códigos do Direito internacional, desde ontem mais de 80 mil pessoas ocuparam as ruas para apoiar Lula e acompanhar, nesta quarta, o julgamento no TRF-4. Caravanas de todo o País e também de países vizinhos, como o Uruguai, se dirigiram para lá para se somar aos gaúchos na luta em defesa da democracia e o direito de o ex-presidente ser candidato na eleição de outubro.
No Paraná, além de manifestações iniciadas durante a madrugada em cidades como Londrina, na capital Curitiba, o prédio da Universidade Federal do Paraná amanheceu cercado de balões com a inscrição Eleição sem Lula é Fraude.

– Nordeste
No Ceará, logo pela manhã, houve um ato em Fortaleza que reuniu mais de cinco mil pessoas em frente ao prédio da Justiça Federal. Também foram registrados atos públicos, caminhadas e manifestações em Crateús, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Quixadá e Sobral, contemplando todas as regiões do Estado.
Em Pernambuco, pela manhã houve ato em Recife, assim como na capital da Paraíba, João Pessoa, e na capital do Maranhão, São Luís. No Rio Grande do Norte, a manifestação foi em frente ao prédio da Justiça Federal em Natal.
Na Bahia, além de Salvador, houve manifestações em cidades como Serrinha, Vitória da Conquista e Itabuna. E em Aracaju, capital de Sergipe, faixas foram espalhadas nos principais viadutos. Houve atos ainda em Nossa Senhora da Glória, Porto da Folha, Poço Redondo e Estância.

– Sudeste
No Rio de Janeiro, militantes do Levante Popular da Juventude acamparam logo cedo em frente à sede da Rede Globo. Houve manifestação também em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.  Novos atos estão marcados para este início de noite nas duas cidades, assim como na capital paulista.

– Centro Oeste
Manifestações foram feitas ao longo do dia em Cuiabá (Mato Grosso), Campo Grande (Mato Grande do Sul) e Goiânia (Goiás).

– Norte
Na capital do Amazonas, Manaus, os trabalhadores se reuniram em vigília na noite de ontem (23) e em Belém do Pará, durante todo o dia houve manifestações pelas ruas da cidade. Também foi realizado ato em Rio Branco (Acre).